Alô?! Sabia que os áudios também entregam inteligência aos negócios?

Sim, no mundo do big data não há maior fonte de dados expressando a voz do consumidor do que as chamadas telefônicas. Levantamento do Gartner mostra que nove em cada dez interações entre clientes e marcas ainda acontecem por telefone. Mas como extrair inteligência de tudo isso?

Não importa o porte e o segmento de atuação da sua empresa: em algum momento você já leu, pesquisou ou tomou conhecimento da importância dos dados no mundo dos negócios. Ter as melhores informações em mãos sempre quando precisar certamente é um dos diferenciais das companhias de sucesso. Entretanto, a questão é saber quais dados são mais relevantes para a estratégia da marca e, principalmente, qual a melhor fonte para coletá-los. A grande maioria ainda fica restrita à quantidade disponível em canais digitais, como as redes sociais, e esquece o poder que o bom e velho relacionamento por telefone tem em uma organização.


Sim, no mundo do big data não há maior fonte de dados expressando a voz do consumidor do que as chamadas telefônicas. Levantamento do Gartner mostra que nove em cada dez interações entre clientes e marcas ainda acontecem por telefone. Consegue imaginar a quantidade de informação que circula nessas conversas? Basta comparar as estimativas.


Enquanto o Twitter, por exemplo, recebe cerca de 3 bilhões de palavras todos os dias, projeções do mercado indicam aproximadamente 60 milhões de horas em ligações diárias entre pessoas e empresas. Isso corresponde a mais de 450 bilhões de palavras registradas em contact centers em apenas 2